“Caiado salvou a Vila São Cottolengo” ressalta representante da instituição

Redação
Por Redação 74 visualizações

A Vila São Cottolengo, que é referência no tratamento de pessoas com deficiência em Goiás, em cinco anos já recebeu R$ 141,2 milhões de investimentos por parte do Governo do Estado. Durante o lançamento da Campanha Aquecendo Vidas 2024, o diretor-presidente da instituição contou que em 2019 pediu ajuda ao governador Ronaldo Caiado para continuar mantendo o hospital aberto.

“Nós estamos em 2024 e eu estou aqui para dizer que o governador Ronaldo Caiado salvou a Vila São Cottolengo”, ressaltou o Irmão Michael.

Em 2019, a Vila São José Bento Cottolengo enfrentava uma situação econômica adversa e estava prestes a fechar as portas. Em reunião com o governador Ronaldo Caiado, os recém empossados, representantes da instituição pediram ajuda do Estado para manter o hospital filantrópico em funcionamento.

“Quando a Vila passava por um momento extremamente delicado, nós procuramos o governador e perguntamos a ele: governador, o senhor será aquele governador que irá fechar a Vila ou que irá salvar a Vila?”, contou o diretor-presidente Irmão Michael Goulart. A Vila São Cottolengo, assim como outras instituições de saúde conveniadas com o Estado, convivia com sucessos atrasos nos repasses durante a gestão do ex-governador Marconi Perillo (PSDB).

Em 2024, a Secretaria de Estado da Saúde prevê o repasse de R$ 38,6 milhões para a Vila São Cottolengo. Entre, 2019 e 2023, durante a gestão do governador Ronaldo Caiado, foram destinados R$ 141,2 milhões à instituição. Além disso, a Vila São Cottolengo recebe, periodicamente, as entregas do Goiás Social, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds) e da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).

Foto: Divulgação
Compartilhe