Pronatec abre 220 vagas para qualificação profissional

A Redação
Postado em: 29 de dezembro de 2023.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), abriu 220 vagas para cursos de qualificação profissional nos municípios de Águas Lindas de Goiás, Anápolis, Catalão e Itumbiara. As inscrições vão até o dia 11 de fevereiro de 2024 e as aulas terão início no dia 26 do mesmo mês.


São 120 vagas do Programa Mulheres Mil, voltado para mulheres acima de 16 anos em situação de vulnerabilidade, ou vítimas de violência que concluíram o Ensino Fundamental. Os cursos são para Costureira de Máquina Reta e Overloque, Assistente Administrativa, Assistente de Recursos Humanos, Cuidadora de Idosos, Operadora de Caixa e Depiladora, todos na modalidade presencial.

 

São 40 vagas para Anápolis, 40 para Catalão e 40 para Itumbiara, distribuídas entre os cursos ofertados. As alunas selecionadas receberão auxílio da bolsa estudantil no valor de R$ 4 hora/aula, totalizando R$ 640 por curso, além do uniforme. As inscrições podem ser feitas pelo link: https://forms.gle/Ezot2igw8F81Qqrb8

 

QUALIFICA MAIS PROGREDIR
Já o programa Qualifica Mais Progredir oferece 100 vagas para o curso de Microempreendedor Individual (MEI). São 50 vagas em Águas Lindas de Goiás e 50 vagas em Anápolis. Para se inscrever, é necessário ter no mínimo 18 anos e portar o Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental.

 

Os alunos selecionados receberão auxílio da bolsa estudantil no valor de R$ 4 hora/aula, totalizando R$ 1.040 por curso mais uniforme. As inscrições podem ser feitas pelo link: https://forms.gle/fSnQFy5YhpZ3TvYA6


O Pronatec é um programa federal, que atende prioritariamente estudantes do ensino médio da rede pública, trabalhadores e beneficiários de programas federais de transferência de renda, e é operacionalizado no estado pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), via Termo de Adesão feito junto à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação.


Foto: Secti-GO
A Redação

Compartilhe este artigo/matéria
Deixe um comentário