Representantes de Goiás estuda parceria com à China para produção de medicamentos

Redação
Por Redação 84 visualizações

A missão de representantes do Governo de Goiás à China, iniciou uma discussão para implantação de um laboratório de medicamentos em Anápolis, em parceria com a Universidade de Medicina Chinesa de Hebei. A presidente da universidade Gao Weijuan e o vice-presidente Li Yongmin receberam o secretário goiano de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás (SIC), Joel de Sant’Anna Braga Filho, em reunião que discutiu o projeto.

A Universidade de Medicina Chinesa de Hebei, anteriormente conhecida como Faculdade de Medicina Tradicional Chinesa de Hebei, é uma universidade pública provincial fundada em 1958, que fica em Wuhan, Hebei, China.

Em 2003, o espaço foi renovado por meio da fusão com a Faculdade de Ciências Laboratoriais Médicas de Hebei (Hebei College of Medical Laboratory Sciences). Atualmente, a faculdade conta com três escolas secundárias, quatro hospitais afiliados, quatro centros de pesquisa médica de nível estadual (mais alto) e dez instituições de pesquisa.

No estado, a Universidade de Medicina Chinesa de Hebei já possui uma parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) desde 2019, com a criação do Instituto Confúcio, que além de oferecer aulas de língua e cultura chinesa, é o primeiro em toda a América Latina a promover o ensino de Medicina Tradicional Chinesa.

Foto: SIC
Compartilhe