Governo de Goiás deve enviar força-tarefa em ajuda ao Rio Grande do Sul

Redação
Por Redação 57 visualizações

O governador Ronaldo Caiado determinou nesta semana, o envio de ajuda humanitária ao Rio Grande do Sul, que enfrenta consequências de um desastre hidrológico. A força-tarefa deve partir na madrugada de sexta-feira (03/05), com 21 profissionais do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), distribuídos em cinco viaturas, um caminhão, quatro embarcações e quatro cães.

As equipes foram formadas por 13 especialistas em salvamento em áreas deslizadas e colapsadas, quatro mergulhadores de segurança pública e quatro binômios com cães de resgate. Eles chegam a Porto Alegre, capital do estado, onde vão integrar as ações do Conselho Nacional dos Corpo de Bombeiros Militares do Brasil (Ligabom).

Além das equipes do Corpo de Bombeiros locais, o Rio Grande do Sul já conta com a colaboração de bombeiros de Santa Catarina, São Paulo e Paraná. Estão em deslocamento, além de Goiás, equipes de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e do Rio de Janeiro.

Ainda há a possibilidade do envio de mais profissionais e veículos de apoio técnico, ações que estão sendo definidas em colaboração com a prefeitura de Porto Alegre e da Ligabom.

O Rio Grande do Sul foi atingido por fortes chuvas que tiveram início em 24 de abril. De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 147 municípios foram afetados pelas chuvas com quase 10 mil moradores desalojados. Até o momento, os temporais deixaram pelo menos 21 mortos, além de 21 desaparecidos.

Foto: CBMGO
Compartilhe