Nova parceria entre Direitos Humanos e IBGE foca em dados detalhados sobre Pessoas com Deficiência

Redação
Por Redação 63 visualizações

No encontro realizado na sede da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD), em Brasília, importantes avanços foram discutidos para aprimorar a produção de dados estatísticos sobre pessoas com deficiência. O evento contou com a participação do diretor de Relações Institucionais da SNDPD/Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), Antonio José Ferreira, e do presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Marcio Pochmann.

Antonio José Ferreira enfatizou a importância da parceria entre as instituições para o fortalecimento das políticas públicas voltadas a esse público. “O país precisa se aprofundar cada vez mais sobre a promoção dos direitos das pessoas com deficiência. No cenário atual, por exemplo, precisamos identificar as barreiras que mais impedem a nossa autonomia, as principais causalidades e os custos da deficiência”, destacou Ferreira.

Por sua vez, Marcio Pochmann detalhou os planos do IBGE de incluir um módulo específico sobre deficiência na próxima Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua). “Vamos fazer um esforço concentrado para ir a campo, treinar as equipes e apresentar um novo panorama e análise sobre as condições de vida das pessoas com deficiência, a exemplo do que ocorreu com a parceria de 2023”, afirmou Pochmann.

A parceria mencionada por Pochmann se refere à edição anterior da PNAD Contínua, realizada em 2023, que resultou na divulgação abrangente da situação das mais de 18,6 milhões de pessoas com deficiência no Brasil. A colaboração entre o MDHC e o IBGE foi crucial para a coleta e análise dos dados, proporcionando um quadro detalhado e preciso das condições de vida desse grupo.

Com a nova parceria, espera-se uma melhoria contínua na coleta de dados, possibilitando a formulação de políticas públicas mais eficazes e inclusivas. O esforço conjunto entre Direitos Humanos e IBGE demonstra o compromisso das instituições em promover a igualdade de direitos e a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade brasileira.

Foto: Thiago Araújo
Compartilhe