USP lança ferramenta Digitavox de acessibilidade digital

Redação
Por Redação 157 visualizações

Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) da Universidade de São Paulo – USP, lançou na última quarta-feira (24/04), na Sala do Conselho Universitário, no prédio da Reitoria, o “Digitavox USP”, ferramenta para ampliar a inclusão digital e o acesso a conteúdos.

Apresentado pela STI, o Digitavox USP é uma ferramenta para treinamento do uso do teclado do computador por pessoas com deficiência visual, que oferece um curso de digitação com passo a passo e respostas geradas por um sintetizador de voz. O aplicativo foi baseado no software original desenvolvido por Neno Henrique da Cunha Albernaz, em seu mestrado desenvolvido na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O Digitavox USP é um curso de digitação voltado principalmente para pessoas com deficiência visual que, por meio da fala, orienta e guia o usuário em exercícios de digitação em um teclado padrão ABNT2. É possível acompanhar o progresso ao longo do curso com estatísticas de acertos e tempos de respostas. A nova versão do aplicativo foi desenvolvida pela STI com tecnologias atualizadas de vocalização e multiplataformas.

A equipe de computação móvel da STI, coordenada pelo professor da Escola Politécnica (Poli), Jun Okamoto, foi responsável pela portabilidade do programa, tornando-o executável nas plataformas para tablets e smartphones, e disponível para baixar nas lojas de aplicativos Android ou iOS.

A produção e validação deste aplicativo envolveram parcerias com a PRIP, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo e a Faculdade de Odontologia da USP, além de instituições como o Lar das Moças Cegas e a Bengala Verde, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade Federal de Santa Maria (clique aqui e assista ao vídeo produzido pela STI sobre o tema).

Fonte: Jornal da USP/Adriana Cruz

Compartilhe