Parceria entre TJGO e governo amplia ações em comunidades Kalunga

Redação
Por Redação 67 visualizações

A primeira-dama e coordenadora do Goiás Social, Gracinha Caiado, e o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), Carlos França, se reuniram na última segunda-feira (20/05) para discutir ações conjuntas entre os poderes Executivo e Judiciário em prol das comunidades quilombolas Kalunga, localizadas nos municípios de Cavalcante, Teresina de Goiás e Monte Alegre, no Nordeste goiano.

França apresentou o projeto do Judiciário chamado “Raízes Kalungas: Justiça e Cidadania”, que visa promover ações que impactem diretamente em questões relacionadas ao acesso à Justiça, Saúde e Educação nas comunidades quilombolas. Diante do trabalho que o Goiás Social já realiza junto ao povo Kalunga, a primeira-dama projeta que a parceria será de grande valia.

“No governo, nós trabalhamos em equipe, as coisas só acontecem em conjunto. Tenho a alegria imensa de ter o Tribunal de Justiça em parceria com as comunidades carentes que tanto precisam. O Censo do IBGE de 2022 mostra que Goiás foi o estado que mais tirou pessoas da pobreza e isso indica que nós estamos no caminho certo”, destacou Gracinha Caiado.


Dentro da iniciativa, o TJ-GO adiantou que irá ampliar serviços públicos do Judiciário para as regiões em que as comunidades estão localizadas, além de dar celeridade aos julgamentos de todos os processos das comarcas locais.

Por parte do Governo de Goiás, a ideia é dar prosseguimento e ampliar as ações efetuadas. Entre as medidas, o estado irá fortalecer o efetivo policial na região, dar prosseguimento ao projeto de vias e acessos por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) e de abastecimento de água e saneamento básico por meio da Saneago, e aumentar a emissão de carteiras de identidade, entre outras ações.

Foto: Secom-GO
Compartilhe